Consagração da campanha heróica do América depende hoje do STJD

sexta-feira, 29 de outubro de 2010 6 comentários

America-serie_ACRIMA20101017_0074_12            Após vencer o Madureira-RJ e garantir no mínimo o vice-campeonato da Série D do Brasileirão, o América luta nesta sexta-feira, no tapetão, para manter o triunfo. O clube será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela escalação irregular do zagueiro Amaral em três jogos.

Amaral disputou a partida de volta das oitavas de final da Série D dia 2 de outubro, contra o Vila Aurora, em Rondonópolis-MT, e os dois jogos das quartas contra o Joinville-SC, que denunciou a irregularidade à procuradoria do STJD.

A presidente do Mequinha não voltou a Manaus depois da vitória por 2 a 0 na última quarta-feira, sobre o Madureira. Ela e o advogado Osvaldo Cestário Filho, que irá defender o clube, ficaram no Rio de Janeiro. Se for punido, o América será eliminado da Série D e perde o acesso à Terceirona em 2011. Além disso, o clube pode receber multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

Ainda nesta sexta, no mesmo horário em que o Mequinha estiver em julgamento, a CBF sorteia a ordem de mando de campo da decisão. independente do resultado, o América não jogará a final em Manaus. A exemplo da semifinal, a capacidade mínima exigida para os estádios é de dez mil lugares e o Amazonas não dispõe de campo com estas dimensões. Com isso, o jogo de mando do América deve ser realizado no Estádio Colosso dos Tapajós, em Santarém-PA.

Concentrado nos objetivos dentro de campo, mas sem esquecer o tapetão, os jogadores  realizam nesta sexta-feira o primeiro treino após cinco dias longe do Estado. O clube aguarda a definição do segundo finalista, que sairá da partida entre Guarany-CE e Araguaína-TO.

Cearences e tocantinenses jogam sábado, em Sobral-CE, às 16h (horário de Manaus). Quem vencer se classifica. A partida de ida foi 2 a 2 e os cearenses chegam à final com um empate em 0 a 0 ou 1 a 1. Um novo 2 a 2 leva a decisão da vaga para os pênaltis. Qualquer empate a partir de 3 a 3 favorece o Araguaína.

Casos com absolvição são esperanças do Mequinha

O Madureira foi absolvido pelo Pleno do STJD nessa quinta-feira por irregularidade semelhante a do América: escalação de jogador sem registro no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em três partidas. No julgamento, o Pleno manteve a absolvição da primeira instância do clube carioca por conta da acusação de irregularidade do jogador Wesley na primeira fase da quarta divisão.

O Madureira foi denunciado no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) - porque Wesley atuou nas partidas contra Tupi-MG, Botafogo-SP e Cene-MS sem inscrição regular na CBF. Em primeira instância, o Madureira conseguiu a absolvição ao contestar que os documentos enviados pela CBF chegaram fora do prazo e o processo não teve o mérito analisado. O advogado do Madureira, Pedro Diniz, afirmou que a procuradoria do STJD recorreu fora do prazo e lembrou que um caso de ‘decadência’ semelhante já ocorreu em 2009.

Em fevereiro de 2009, o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) retirou seis pontos do Vasco na Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, pela escalação irregular do meia Jefferson em sua estreia na competição, contra o Americano, no dia 24 de janeiro.

O Vasco foi denunciado no artigo 214 (incluir na equipe ou fazer constar da súmula ou documento equivalente atleta que não tenha condição legal de participar de partida, prova ou equivalente).

No último dia 19, por unanimidade de votos, o Duque de Caxias foi absolvido pelo STJD da denúncia de ter escalado o meia Leandro Chaves de forma irregular na vitória por 1 a 0 sobre o Icasa-CE, no dia 25 de setembro. O time também foi citado no artigo 214.

Transmissão online do julgamento

O julgamento que deveria começar às 12h (horário de Manaus) está atrasado, e o site www.justicadesportiva.com.br que acompanharia o julgamento em tempo real, está neste momento fora do ar.

Fonte: A Crítica / FUTEBOLAMAZONENSE.COM.BR

6 comentários:

  • BLOG DO ROSSY disse...

    NO TAPETÃO O RIO DE JANEIRO CONSEGUE SEMPRE GANHAR QUANDO INCORRE NA MESMA IRREGULARIDADE. QUERO VER A MORAL QUE ESSE TRIBUNAL VAI TER PRA PUNIR UM TIME DE GUERREIROS POBRES QUE SEM A MESMA TRADIÇÃO DE TIMES CONHECIDOS COMO O MADUREIRA E O DUQUE, CONSEGUIRAM NO CAMPO, JOGANDO MUITA BOLA, CHEGAR A ESSA FINAL DO BRASILEIRÃO. SERIA UMA PENA E UMA FALTA DE RESPEITO COM O FUTEBOL DO NORTE DO BRASIL SE ESSE MESMO TRIBUNAL QUE FAVORECE A TIMES CARIOCAS PENALIZAR O TIME QUE É SENSAÇÃO NO NORTE DO PAÍS.
    QUE SEJA FEITA A JUSTIÇA... COM O MESMO PESO QUE É FEITA A FAVOR DOS TIMES DO RIO.

  • LUCAS ABREU disse...

    UM "MILHÃO DE VELAS" PRO "AMÉRICA" SE SALVAR,VAI SER POUCO AINDA.
    Já fui no banheiro,18 vezes,só agora a tarde...
    Só "DEUS" nos salvará,dessas "cagadas" dos nossos dirigentes.(e a minha também)...

Postar um comentário

Fala torcedor! Sua opinião é muito bem vinda, mas pedimos que algumas regras sejam observadas ao fazer um comentário:

NÃO SERÃO PERMITIDOS COMENTÁRIOS QUE:

- Contenham ofensas pessoais a membros e visitantes do blog
- Contenham discriminação de Raça, Religião, Orientação Sexual, Classe Econômica e outras.
- Contenham propagandas indesejadas de sites, programas, produtos etc.
- Contenham notícias de fontes inexistentes ou duvidosas.
- Não tenham qualquer relação com a notícia/post na qual estão sendo publicadas, ou com o futebol amazonense em geral.
- Tenham autor "Anônimo"

 

©Copyright 2009 Futebol Amazonense | TNB