Investimento público no futebol do estado ainda não deu retorno

sábado, 23 de julho de 2011 8 comentários
image

    Mesmo que o torcedor amazonense não frequente os estádios nas partidas do Campeonato Estadual ou da Série D do Campeonato Brasileiro, paga R$ 1,32 para financiar os clubes. Neste ano, o Estado deve repassar R$ 4,420 milhões.

Levando-se em consideração os 33 mil contribuintes estaduais - empresas e instituições públicas - o valor sobe para R$ 121,21 ao ano. Se forem avaliado os resultados apresentados pelos times, principalmente nas divisões do futebol nacional, o investimento é a fundo perdido.

No ano passado não houve repasse. Em 2009 foram R$ 337 mil para o Estadual. O governo já repassou R$ 1,6 milhão este ano. O Amazonense, encerrado no dia 4 de junho, consumiu R$ 620 mil em verba pública. Representantes do Estado na quarta divisão, o Penarol, de Itacoatiara (a 176 quilômetros a leste de Manaus), e o Nacional, da capital, têm a promessa de ganhar R$ 1,7 milhão cada. Ambos já receberam R$ 500 mil para iniciar a competição.

A Série B do Estadual, que começa no dia 20 de agosto, também deve ter as despesas pagas com dinheiro do contribuinte. O governador Omar Aziz prometeu ‘ajudar’ a Segundinha se os clubes utilizarem atletas de até 23 anos de idade. Para viabilizar o torneio com essa exigência, a Federação Amazonense de Futebol (FAF) apresentará ao governo R$ 400 mil de orçamento para custear viagens ao interior e o pagamento da taxa de arbitragem.

Conforme a Secretaria de Estado da Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM), o Estado fechou o ano de 2010 com 33 mil contribuintes. Com população individual de 3.350.773 em 2010, o futebol amazonense terá custado R$ 1,32 ao cidadão que paga impostos.

O governo alega que parte do patrocínio à Série D do Brasileiro vem de empresas privadas. O Banco Bradesco é apontado como a fonte dos R$ 500 mil já depositados nas contas de Nacional e Penarol. A Coca-Cola é citada como outro patrocinador. Mas o governo não disse qual a contrapartida pública.

Sobra dinheiro, falta explicar os gastos

Com exceção do Holanda, que recebeu R$ 700 mil para participar da Série C do Brasileiro em 2008 e teve a prestação de contas rejeitada duas vezes pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM), outros clubes se beneficiaram com recursos do contribuinte e não prestaram contas. São Raimundo, na Série B, e Fast na Copa do Brasil em 2007, não explicaram os gastos.

Diferente dos governantes antecessores, e até para evitar a repetição do resultados vexatórios em campo, este ano o governador Omar Aziz cobrou renovação e reestruturação nos clubes como contrapartida para o repasse da verba. Foi exigido, também da Federação Amazonense de Futebol (FAF), a realização de uma segunda divisão do Estadual com limite de  idade de 23 anos para os jogadores.

As Normas Orgânicas (NO) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) impedem a realização de torneios profissionais com limitação etária. Para ‘driblar’ o impedimento, as agremiações firmaram um acordo informal de utilizar apenas atletas jovens, pois esta particularidade não pode constar no regulamento da Segundinha.

Conforme as diretrizes da CBF, o limite de idade pode ser aplicado apenas em competições de categorias de base, consideradas amadoras. Assim, o governo tem apenas a palavra dos dirigentes como garantia de cumprimento da exigência.

Na primeira divisão do Estadual deste ano, a média de público foi de 467,5 torcedores pagantes e a  arrecadação ficou em R$ 4.289,12 por jogo. O faturamento totalizou R$ 343.130,00 com a comercialização de 37.401 mil ingressos nos 80 jogos do regional. Na Série B do Amazonense do ano passado, a média de público pagante foi inferior a 50 torcedores por jogo. Nem dinheiro público compensa bancar tal competição.

Naça e América não honram investimentos

Pedir e receber dinheiro público já viraram rotina no futebol amazonense nos últimos dez anos. Em 2010, o América obteve mais de R$ 700 mil e foi o vice-campeão da Série D. Mas o amadorismo administrativo do clube causou uma punição por escalação irregular de jogador. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) determinou a perda de pontos e o Mequinha acabou sem o título e o acesso à terceira divisão - Série C.

Em 2009 foi a vez do Nacional ter a participação na quarta divisão do futebol brasileiro também bancada com dinheiro público - R$ 500 mil. O Leão da Vila Municipal foi eliminado na segunda fase após ser goleado, em Manaus, pelo modesto Cristal, de Macapá-AP, por inesquecíveis 5 a 2. No mesmo ano, o próprio Nacional e o América, receberam verba do governo para disputar a Copa do Brasil.

Fonte: Diário do Amazonas

8 comentários:

  • Anônimo disse...

    dizer que o AMÉRICA não honrou o investimento é sacanagem... o time conseguiu o acesso em campo e sem contar que só recebeu ajuda quase no final do campeonato.

  • MAURO BECHMAN disse...

    É melhor investir nos clubes locais ou nos EVENTOS para drenar a renda para clubes do sudeste? É melhor investir nos nossos clubes para ocuparmos a Arena da Amazônia ou ficarmos torcendo por clubes de fora da nossa região, drenando renda e publicidade para outros clubes e gerando empregos para outros sem vínculo com nosso Amazonas? Não se sabe quanto os governos municipal e estadual gastaram em trazer os "Amigos de 1994" para uma pelada no Sesi e também fazer um Futebol de Areia em que foram vendidas muitas camisas e bandeiras dos times do sudeste do Brasil. Façam escolhas! Saudações Amazonenses!

  • MAURO BECHMAN disse...

    Se o torcedor não vai ao Estádio é por culpa da IMPRENSA que só autodeprecia, inibe, e constrange os leitores do futebol amazonense. Sempre em momentos decisivos, saem matérias depreciativas que desfocam e desvalorizam nossos atletas, publicaram durante anos as piores fotos (estádios vazios) contratam jornalistas que só assistem futebol pela TV por assinatura e torcem por times do sudeste e são afixionados por clubes ingleses, espanhóis e outros. E, a gora vem com essa de transferir os estádios vazios para os clubes se excluindo da culpa! É uma piada esse discurso pseudo moralista! Mas na hora de jogos importantes aparecem lá - ás vezes não são nem da área de esportes - dão suas carteiradas! Vão para o estádio, acompanhem os clubes, torcedores...TRABALHEM e não ATRAPALHEM! Saudações Amazonenses!

  • MAURO BECHMAN disse...

    A propósito, quantos jornalistas e empresas de comunicação acompanharam o América na campanha de 2010? Quantas estão acompanhando o dia-a-dia do Nacional e do Penarol e viajam com os clubes para dar uma leitura "NOSSA" ao evento? Pegar matéria pela Internet não VALE! Aí meus amigos, é muito fácil ser jornalista. Ainda bem que o América venceu! E, mostra que isso é possível para todos os clubes do Amazonas! Saudações Amazonenses!

  • FUTEBOL EM GTBA disse...

    O America é verdade honrou o futebol amazonense e sem quase apoio até onde sei amigos,e assim futebol tem que ter planejamento,com planejamento já é dificiu imagine sem,e outra,a mesma midía que tem em Manaus tem também em todos os outros estados,o grande problema é que a grande maioria de nos amazonenses e que não valorizamos nossas coisas,e sim as coisas dos outros,e se alguem dizer que estou falando bobagens,é só vcs amigos irem na praça do carangueijo em dia de jogo do Flamengo e do Vasco.Não é facil eu vi o Vivaldão lotado,vi RIO-NAL onde se vc não chega-se cedo não entrava,vi PAI E FILHO,casa cheia também o PROBLEMA E QUE NÃO GOSTAMOS DAS NOSSAS COISAS,e sim das coisas do vizinho.Mais somos novos,a gente aprende um dia né,essa é minha opinião,e tenho inveja dos paraenses,que torcem pelo remo e paysandu e bebem cerpa,kkkkkk a cerveja deles,MAIS UM DIA NOS APRENDEMOS e outra amigos já esta mudando,mesmo de longe vejo mudanças e podem ter certeza que as coisas vão melhorar certo.abraços aos amigos amazonenses assim como eu que ficam revoltados com esse tipo de coisa.

  • Celso Coelho - Manaus/AM disse...

    Perai vocês estão com brincadeira, O QUE É MESMO QUE O AMERICA VENCEU? QUE VICE CAMPEONATO É ESSE DA SÉRIE D?

    Será que um jogo de futebol é simplesmente 22 marmanjos correndo atrás de uma bola? Nem no Peladão é assim.

    E as regras, as normas, OS REGULAMENTOS não fazem parte? Parem com isso. O América não ganhou nada.

    E mais, é deprimente citar como justificativa de argumento o exemplo de um DERROTADO.

    Quanto ao financiamento do futebol amazonense é simplesmente um crime que o governo comete contra o erário público.

    Não existe nada mais IRREGULAR NO AMAZONAS, do que o futebol amazonense. A começar pela entidade que o regula. A FAF. Alguém tem dúvida disso?

    E mesmo assim o governo continua bancando a FARRA com dinheiro público. O pior sem exigir nenhuma contra partida e sem punir os aproveitadores que não são poucos.

    Ninguém presta conta, e quando presta chove notas fiscais de BUCHADA E MOCOTÓS.

    E os resultados do times? Há algum tempo atrás, ainda tinha um na série B, hoje para disputar a série D OS MERRECAS precisam usar de FALCATRUAS tipo essa que indicou o Nacional.

    A verdade é uma só: EM NOME DE UM FUTEBOLZINHO MORTO estão desviando o dinheiro do povo amazonense. Se estou mentindo me provem o contrario.

  • FUTEBOL EM GTBA disse...

    O AMERICA VENCEU NO CAMPO,DEI O AMERICA COMO EXEMPLO POIS ELE CHEGOU EM UMA FINAL,É CLARO O REGULAMENTO TEM QUE TER E FAZ PARTE DE QUALQUER CAMPEONATO,MAISSSSSSSSS,FICA E FICOU PROVADO MAIS UMA VEZ QUE NO AMAZONAS TEM FUTEBOL,SÃO RAIMUNDO A ALGUNS ANOS ATRAZ,E O AMERICA DENTRO DE CAMPO,POIS FORA DELE SO FEZ BOBAGENS,E QUANDO DISSE MUDANÇAS,EM RELAÇÃO AO NOSSO POVO QUE ESTA VOLTANDO A GOSTAR DE SUAS COISAS ASSIM COMO ERA ANTES,E PODEM TER CERTEZA AS COISAS VÃO MELHORAR,COMEÇANDO POR QUEM ORGANIZA OS CAMPEONATOS,MUDANÇAS PRECISAM SER FEITAS E TEM QUE ACONTECER ABRAÇOS AOS AMIGOS DO AMAZONAS MINHA TERRA SAUDADES.

Postar um comentário

Fala torcedor! Sua opinião é muito bem vinda, mas pedimos que algumas regras sejam observadas ao fazer um comentário:

NÃO SERÃO PERMITIDOS COMENTÁRIOS QUE:

- Contenham ofensas pessoais a membros e visitantes do blog
- Contenham discriminação de Raça, Religião, Orientação Sexual, Classe Econômica e outras.
- Contenham propagandas indesejadas de sites, programas, produtos etc.
- Contenham notícias de fontes inexistentes ou duvidosas.
- Não tenham qualquer relação com a notícia/post na qual estão sendo publicadas, ou com o futebol amazonense em geral.
- Tenham autor "Anônimo"

 

©Copyright 2009 Futebol Amazonense | TNB