Nacional e Penarol fazem primeiro jogo da final

quarta-feira, 1 de junho de 2011 2 comentários


Dois leões imponentes, de “sangue azul” e que convivem no mesmo habitat - a “selva do Campeonato Amazonense” - tem um duelo marcado para esta quarta-feira à noite, no SESI. Esta será a quinta batalha entre os felinos neste semestre.


E, apesar de não ser a última, a de hoje terá influência direta no confronto final, marcado para o próximo sábado. O motivo de tantos duelos é simples: Ambos buscam a soberania absoluta do “reino futebolístico baré”. Nacional e Penarol começam a decidir, às 20 horas, o Campeonato Amazonense de 2011.

A partida terá transmissão da TV A Crítica. Cada um dos leões espera que seus golpes principais voltem a funcionar hoje à noite. O Leão nacionalino aposta suas forças na “cabeçada mortal”. Leão atacando com a cabeça? Como assim? Vamos já explicar, caro leitor. É que as esperanças do Naça estão depositadas nas cabeçadas certeiras e decisivas do atacante Titton.

Com sua “juba” loira, o gaúcho de 20 anos chegou a liderar uma lista de dispensas que existiu no clube. Mas, foi só chegar na semifinal do primeiro turno para a sorte dele mudar. Foi dele o gol que garantiu a vitória sobre o Fast naquela partida.

Na semifinal do segundo turno, a “cabeçada mortal” repareceu aos 40 minutos do segundo tempo, e eliminou o São Raimundo. No último sábado, à 10 minutos do fim da partida contra o Penarol, Titton mostrou novamente o golpe fatal e não deu outra. Fez dois gols, e levou a decisão para os pênaltis, onde o Naça venceu.

“Futebol funciona desta forma. O Laoni não me usou em nenhum jogo. Mas futebol vira né? Chegou o Winck, começou a me dar oportunidades, cresci com ele, e continuei fazendo o meu trabalho”, frisou o matador. Garra Já o Leão da Velha Serpa aposta na experiência e no poder de suas “garras”. Garras estas que são protegidas pelas luvas do goleiro Rascifran. O arqueiro, que já conquistou o Estadual de 2007, com o Nacional, espera sair novamente vitorioso de campo. Ele e a delegação do Penarol chegaram no início da noite de ontem em Manaus.

Tabu do Amazonense favorece o Nacional

O Penarol terá que derrotar um “adversário extra”, caso queira conquistar o bicampeonato Amazonense neste ano. Apesar de não entrar em campo, o tal “adversário”, tem sido impiedoso nos últimos dez anos. É que desde 2001, o vencedor do segundo turno do Estadual acaba a temporada festejando o título de Campeão Amazonense.

Há dez anos, o Rio Negro, venceu o Nacional no 2º turno. A vitória foi o combustível necessário para que o Galo fizesse 2 a 1 no jogo decisivo e levasse o título de 2001. No ano seguinte, o Leão da Vila conquistou os dois turnos e foi campeão invicto de 2002. Em 2003, o Naça venceu a segunda fase e ficou com o Estadual daquele ano, após dois empates contra o Rio Negro. Em 2004, o São Raimundo continuou o “tabu”, levando o segundo turno e o título amazonense. Primeiro campeão do interior, o Grêmio Coariense conquistou os dois turnos em 2005 e ficou com a taça. Em 2006, o Tufão repetiu o feito, conquistando o Campeonato Amazonense de forma invicta.

Em 2007, o Nacional venceu o segundo turno e com dois empates contra o Fast, e ficou com o caneco. O “finado” Holanda, ganhou o segundo turno de 2008 e bateu o Fast na final, acrescentando mais um vice-campeonato à galeria do Tricolor de Aço. Já em 2009, o América continuou a tradição vencendo o segundo turno e massacrando o Nacional por 3 a 0, na última final de Campeonato Amazonense realizada no Vivaldão. No ano passado, o próprio Penarol deu sua contribuição para o tabu. O Leão da Velha Serpa venceu o São Raimundo no 2º turno e derrotou o Fast na final, conquistando seu primeiro título.

lavar a roupa suja

Ontem foi dia de lavar a roupa suja no Penarol. O técnico Uidemar Oliveira reunir seus comandados e passou a vídeo da derrota por penalidade para o Nacional. Os lances que resultaram nos gols de empate de Titton no tempo regulamentar foram repetidos à exaustão.

Malandragem e marcação especial

Uidemar Oliveira defende um time mais “malandro” nos dois jogos finais contra o Nacional. No caso de placar favorável, o técnico do Penarol propõe que seus comandados façam cera e catimba, afim de ganhar tempo. “Numa final a malandragem faz a diferença. Depois que o Nacional empatou no tempo regulamentar os jogadores começaram a cair em campo”.

Outra arma de Uidemar para a decisão será a marcação homem a homem. “Vamos fazer uma marcação especial no Titton. Ele sempre procura o espaço livre para cabecear a bola no segundo pau (trave)”. Para a primeira partida decisiva, Uidemar terá a volta do meia Celsinho no lugar de Luiz Felipe.

Igor Gaúcho e Marinho estão fora. Celsinho e Syboy retornam

Boa parte dos “feridos” de Nacional e Penarol, estão recuperados e vão para o jogo de hoje. Igor Cearense e Titton, que sofriam com desgaste muscular por conta da maratona de jogos, estão confirmados entre os titulares de Adinamar Abib.

A única baixa será o meia Igor Gaúcho, suspenso. “Teremos um jogo difícil. Precisamos jogar sem desespero e com qualidade. Se você chega no gol com um passe de qualidade a certeza de gol é maior”, destaca Abib.

No Penarol, o ala Celsinho retorna ao time, após cumprir suspensão. Siboy, que entrou no segundo tempo da decisão do 2º turno, também retorna entre os titulares. O atacante Marinho, porém, está suspenso. “O Nacional ataca muito. Não dá pra ficar se defendendo. Vamos para cima”, garante o treinador Uidemar Oliveira.

FICHA TÉCNICA

Nacional x Penarol

Estádio: Roberto Simonsen (SESI)

Horário: 20 horas

Árbitro: Antônio Pequeno Frutuoso

Auxiliares: Gilbert Ferreira da Costa e Ivo Fernando da Costa

Nacional: Douglas; Miro, Santiago e Amaral; Amaralzinho, He-Man, Catatau, Vinícius e Igor Cearense; Titton e Kena. Técnico: Adinamar Abib

Penarol: Rascifran; Celsinho, Adriano, Lídio e Júnior Bahia; Pezão, Siboy, Felipe e Rondinelli; Kitó e Charles. Técnico: Uidemar Oliveira.

Fonte: A Critica

2 comentários:

  • MAURO BECHMAN disse...

    Talvez a equação seja:

    IMPRENSA LOCAL + FAF = MELHOR ARBITRAGEM DO AMAZONAS

    Ou para o próximo jogo:

    IMPRENSA LOCAL + FAF + PREFEITURA = TITULO E TIMES DE MASSA DA CAPITAL SEM FORÇA PARA A COPA DE 2014.

    AÍ DEVEREMOS TORCER POR TIMES DO SUDESTE E VER TUDO PELA TELEVISÃO.

Postar um comentário

Fala torcedor! Sua opinião é muito bem vinda, mas pedimos que algumas regras sejam observadas ao fazer um comentário:

NÃO SERÃO PERMITIDOS COMENTÁRIOS QUE:

- Contenham ofensas pessoais a membros e visitantes do blog
- Contenham discriminação de Raça, Religião, Orientação Sexual, Classe Econômica e outras.
- Contenham propagandas indesejadas de sites, programas, produtos etc.
- Contenham notícias de fontes inexistentes ou duvidosas.
- Não tenham qualquer relação com a notícia/post na qual estão sendo publicadas, ou com o futebol amazonense em geral.
- Tenham autor "Anônimo"

 

©Copyright 2009 Futebol Amazonense | TNB